Kickboxing com a alma do Kyokushin


No início dos anos 90, surgiu no Japão o que seria o principal evento de lutas durante décadas: o K-1. O evento reunia os melhores lutadores do mundo, dos mais variados estilos (como o Muay Thai, Kickboxing, Karate, Kung-fu, entre outros), numa competição realizada em formato de torneio (Grand Prix), com lutas épicas, criando lendas e gerando novas revelações.

Vários brasileiros de destacaram no K-1, entre eles os atletas do Karate Kyokushin Francisco Filho, Glaube Feitosa e Ewerton Teixeira, os quais tornaram-se referências no mundo da luta.

Com a mesma filosofia do Karate Kyokushin, o Kickboxing Ichigeki segmenta a graduação de seus praticantes de forma semelhante ao Karate, com a mesma disciplina e rigidez nos treinos, mas com o diferencial do uso de  luvas, bandagens e toda proteção adequada à pratica do esporte.

Tem como principais professores Francisco Filho, Glaube Feitosa, Marcos Costa, Fabiano Silva entre outros, todos atletas com participações nos maiores eventos da modalidade.

Entre os principais benefícios aos alunos que praticam Kickboxing Ichigeki, destacamos a melhora do condicionamento físico, do sistema cardiorrespiratório, como auto defesa, desenvolve a coordenação motora, grande perda calórica, aumento da flexibilidade, além do enrijecimento e tonificação muscular.